top of page

Marinha promove primeira mulher negra a oficial-general

A médica Maria Cecília Barbosa, de 58 anos, tornou-se a primeira mulher negra a chegar à cúpula do força naval, alcançando o posto de contra-almirante


por Barbara Luz



Maria Cecília Barbosa da Silva Conceição | Foto: Divulgação

Nesta terça-feira (4), ocorreu no Palácio do Planalto a cerimônia de promoção de oficiais-gerais das Forças Armadas, evento tradicional que acontece algumas vezes por ano foi o primeiro de 2023. O presidente Lula (PT) participou da solenidade, na qual 56 novos militares foram promovidos aos mais altos cargos nas três Forças: general (Exército), almirante (Marinha) e brigadeiro (Força Aérea Brasileira). A promoção havia sido publicada em 31 de março.


Uma das guerreiras foi a médica Maria Cecília Barbosa, de 58 anos, que se tornou a primeira mulher negra oficial-general da Marinha ao alcançar o posto de contra-almirante. Com a promoção, a almirante ocupará o cargo de diretora do Departamento de Saúde e Assistência Social da Secretaria de Pessoal, Saúde, Desporto e Projetos Sociais do Ministério da Defesa.


"Eu estou bastante feliz, me sinto recompensada. Nossa carreira na Marinha do Brasil é cercada de momentos difíceis, momentos bons, e a instituição abre essa oportunidade para que as oficiais alcancem, por mérito próprio, postos mais elevados durante a carreira. Me sinto recompensada e feliz por estar fazendo parte do grupo de almirantes da Marinha", disse Maria Cecília à Folha de S. Paulo.


Em postagem divulgada pela Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República, ela declarou sentir-se coroada e feliz por representar a parcela feminina da tripulação da Marinha.


Além do presidente Lula, estiveram presentes no evento o ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, e os comandantes das três Forças: general Tomás Ribeiro Paiva (Exército), almirante Marcos Sampaio Olsen (Marinha) e o brigadeiro Marcelo Kanitz Damasceno (Força Aérea).


Opmerkingen


Leia também:

bottom of page